Sinsej chama servidores à CVJ contra concessão do serviço de diagnósticos

O Sindicato dos Servidores Públicos de Joinville (Sinsej )está convocando todos os servidores municipais a acompanharem o trâmite no Legislativo do projeto de lei que concede à iniciativa privada o serviço de diagnóstico do município. A entidade chama trabalhadores e comunidade para comparecer à Câmara de Vereadores na segunda-feira (24), a partir das 15 horas.

O PL 191/2018 prevê a concessão, com espaço dentro do Hospital Municipal São José, para a instalação de um Centro de Diagnóstico Integrado operado por uma empresa privada, com um contrato inicial de 10 anos, que pode ser prorrogado por mais 10.

A proposta não se restringe ao Hospital São José. De acordo com o PL, a prestação do serviço de diagnóstico integrado atenderá, exclusivamente, a demanda advinda dos pacientes internados no Hospital Municipal São José, de toda a rede pública de saúde do Município de Joinville e dos municípios da Macrorregião Nordeste de Santa Catarina.

Para o Sinsej, a entrega desse serviço-fim do município para a iniciativa privada em nada difere da privatização de escolas, postos de saúde, entre outros. Inicialmente, os maiores prejudicados serão os trabalhadores do setor, colocados na insegurança sobre seus postos de trabalho, mas a expansão da iniciativa para outras áreas prejudicará toda a categoria.

No dia 17 de setembro, a Comissão de Legislação designou o vereador Cláudio Aragão (MDB), líder do governo na Câmara, como relator do projeto. Na quarta-feira (19), as comissões de Saúde, Finanças e Legislação se reuniram em conjunto, de forma extraordinária, e todos os vereadores presentes concordaram com o projeto. O assunto só não foi a Plenário no mesmo dia por um problema de redação legal.

A previsão do Sinsej é que o PL 191/2018 seja definitivamente avaliado pelas comissões em conjunto na segunda-feira, às 15 horas. Assim, ele pode ser votado em plenário no mesmo dia, a partir das 17 horas.

Independente do resultado da votação na Câmara de Vereadores, os servidores de Joinville vão realizar uma assembleia na terça, às 19 horas, no Sinsej. A atividade tem o objetivo de organizar a luta contra a aprovação ou pela revogação do projeto.

Edição: Felipe Silveira
Foto: CVJ
Informações: Sinsej

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *