Conselho de Ética da CVJ recebe representação contra Maycon Cesar

O presidente da Câmara de Vereadores de Joinville, Fernando Krelling (MDB), entrou com uma representação contra o suplente de vereador Maycon Cesar (PSDB), que se licenciou para tratar da saúde, em 23 de agosto, um dia depois de assumir a vaga de suplente de Odir Nunes, do mesmo partido.

Na representação, Krelling afirma que Maycon Cesar, por ter consciência das condições de saúde, sabia que não teria condições de tomar de posse, podendo evitar a nomeação e passar a vaga para o próximo suplente, deixando de onerar a Câmara. O documento ressalta que não se está questionando a veracidade do atestado médico apresentado por Cesar.

Suplente do PSDB que assumiu a vaga após a licença de Maycon Cesar, Tarcísio Tomazoni (PSDB) manifestou na tribuna apoio à representação. No dia da posse, inclusive, Krelling anunciou que não autorizaria pagamento da licença de Maycon Cesar. Segundo o Suporte Legislativo, a CVJ paga apenas os primeiros 15 dias da licença, que é de 45 dias.

A reportagem tentará contato com Maycon Cesar e, assim que conseguir, atualizará a matéria.

Edição: Redação
Foto: Arquivo CVJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *