Estado fecha matrículas para Cedups neste semestre e comunidade protesta

O governo de Santa Catarina decidiu não abrir as matrículas para novas turmas no meio do ano nos Centros de Educação Profissional (Cedups). A medida causou indignação na comunidade escolar. Só em Joinville, serão 575 vagas que deixarão de ser abertas. A alteração é válida para 18 unidades instaladas no estado.

De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores da Educação de Santa Catarina (Sinte-SC), a não abertura de turmas vai resultar no desligamento de professores ACTs. O sindicato acusa o governo de sucatear o ensino público e precarizar o trabalho, seguindo a cartilha da EC 95, que congela investimentos sociais por 20 anos.

Segundo Osvaldo de França, representante do Sinte-SC, o sindicato, os professores e a comunidade estão tomando todas as medidas para reverter a situação. Na tarde desta quinta-feira (28), eles vão ao Fórum de Joinville para protocolar um documento e cobrar o envolvimento da Justiça no processo. Às 18 horas, eles vão realizar uma assembleia para decidir os próximos passos da mobilização.

Na próxima quarta-feira (4), o sindicato vai realizar uma grande mobilização, com trabalhadores de todo o estado, em Florianópolis. Também há a expectativa que a Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina (Alesc) chame a secretária estadual de Educação, Simone Schramm, para dar explicações sobre o corte.

Por fim, o Sinte destaca que os cursos dos Cedups são oportunidades “para muitos jovens e adultos terem acesso à educação técnica de forma gratuita e assim poderem ingressar no mercado de trabalho. Suspender as matrículas é retirar da classe trabalhadora a oportunidade de obter qualificação profissional, algo tão cobrado pelo mercado e assim deixá-los a mercê do desemprego”.

A Secretaria Estadual de Educação (SED) alega que “o objetivo de garantir o equilíbrio entre a oferta e a procura de vagas” e frisa que a medida não altera o cronograma dos alunos matriculados nos cursos profissionalizantes. A próxima abertura de matrícula para novos alunos será em fevereiro de 2019.

Texto: Felipe Silveira
Foto: Cedida por Osvaldo de França

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *