Exemplos de Joinville são destaque no Congresso Internacional Cidades Lixo Zero

A Semana Lixo Zero Joinville e a empresa Keep Eco, fundada na cidade, serão alguns dos exemplos de sucesso na redução de resíduos sólidos apresentados durante o I Congresso Internacional Cidades Lixo Zero, que ocorre nos próximos dias 5, 6 e 7 de junho, no Centro de Convenções Ulisses Guimarães, em Brasília. O evento é organizado pelo Instituto Lixo Zero Brasil com apoio dos ministérios do Meio Ambiente e do Turismo, e do Governo do Distrito Federal.

Mais da metade dos municípios brasileiros ainda encaminha seus resíduos para lixões, pois não possuem nem um aterro sanitário, e que a taxa de reciclagem não chega aos 5% de todo resíduo que é produzido no país. Este tema é um dos principais desafios para as gestões municipais, que gastam boa parte do seu orçamento com lixo. Segundo o Instituto Lixo Zero Brasil, se esses recursos fossem gastos com a gestão de resíduos voltada para a reciclagem, e não somente com a coleta e destinação a aterros e lixões, sobraria dinheiro para investimento em áreas essenciais como saúde e educação.

“Em vez de mandarmos recursos para aterros ou lixões que nos custam muito dinheiro, além de causarem problemas sociais e ambientais, podemos transformar isso aí em renda, em emprego, em atração de indústrias, em impostando, transformando a cidade em uma cidade lixo zero”, explica o presidente do Instituto Lixo Zero, Rodrigo Sabatini.

No congresso, serão apresentados cases de sucesso de países como Japão, Itália, Estados Unidos, Austrália, Suécia, Alemanha, entre outros, que conseguiram encontrar soluções para reduzir a produção de lixo nesses lugares. Palestrantes desses países já estão confirmados no evento. Além destes, os cases de sucesso nacional também serão destaque.

No dia 7 de junho, último dia do Congresso, a Semana Lixo Zero Joinville será apresentada por ser uma das que tiveram melhores resultados no país e por já ter mobilizado a participação de mais de 15 mil pessoas nos últimos quatro anos e ter levado o conceito lixo zero para mais de 200 mil.

“Joinville já é exemplo para outras cidades brasileiras. Temos casos de empresas e instituições de ensino que mudaram seus processos internos visando a redução de lixo após essas mobilizações. Este ano já vamos para a 5ª edição, cheios de novidades, equipe cada vez mais profissionalizada e contando com ainda mais engajamento da sociedade”, destaca Arthur Rancatti, coordenador do evento na cidade.

O outro destaque da cidade no Congresso será a Keep Eco, empresa que produz embalagens ecológicas feitas de tecido e ingredientes naturais, reutilizáveis, que duram mais de sete meses, são compostáveis e substituem o uso do plástico descartável.

“Contribuir com a redução de resíduos é o propósito da nossa empresa. Mês passado lançamos a versão com algodão orgânico e estamos sempre em busca de novas tecnologias e processos para deixar nosso produto cada vez mais sustentável”, afirma Lucas Bastos, um dos sócios-proprietários da empresa.

As atividades dos três dias do I Congresso Internacional Cidades Lixo Zero incluem palestras, workshops, painéis e exposição e têm como público-alvo especialistas, gestores públicos, legisladores, sociedade civil, universidades, organizações não governamentais (ONGs), empresários, empreendedores, indústria e comércio.

Entre os temas tratados nos workshops e palestras estão: Como construir participação popular para o Lixo Zero, Gestão Pública de Resíduos Sólidos para o Lixo Zero, Envolvendo os Catadores para caminhar rumo ao Lixo Zero, Coleta Seletiva Porta a Porta Diferenciada – A revolução italiana.

A programação completa pode ser acessada no site. Neste link, também é possível fazer a inscrição como participante. As inscrições ainda estão abertas e são gratuitas.

Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: Assessoria

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *