Postos recebem combustível na manhã desta quarta-feira

A manhã joinvilense foi de longas filas nos postos de combustível de Joinville nesta quarta-feira (30). Após operação da forças de segurança do estado na noite de terça (29), a gasolina chegou aos postos durante a manhã e a população fez fila para abastecer.

No entanto, a gasolina já acabou em alguns postos, como o Zandoná da rua Benjamin Constant, no bairro Costa e Silva. Funcionários ainda não tem previsão de novo carregamento. Contudo, o Sindipetro de Santa Catarina emitiu um comunicado que o terminal da Transpetro de Guaramirim está com os reservatórios cheios, e que vai operar todos os dias, inclusive no feriado e no fim de semana, enquanto houver agendamento (horário de funcionamento 24 horas). As forças nacionais estão no local para garantir a segurança das operações (acesso e saída). Também realizarão a escolta dos caminhões tanques nas rodovias.

Nas estradas, ainda há conflito entre o movimento dos caminhoneiros e as forças de segurança. Uma das prioridades da Secretaria de Segurança Pública é ajudar a liberar os caminhoneiros que querem se desvincular do movimento.

“A gente vem acompanhando o movimento desde o início, e percebemos que houve uma mudança de procedimentos, de ânimo e de atitude em relação à preservação da ordem. O movimento que parecia mais ordeiro, parece ter sido infiltrado por pessoas que têm utilizado estratégias violentas, de coerção e resistência, até mesmo às ordens legais, que têm inclusive causado confrontos”, disse o comandante geral da Polícia Militar, coronel Araújo Gomes.

Para o secretário de Segurança Pública, Alceu de Oliveira Pinto Júnior, a situação exigiu novas medidas. “O estado tem trabalhado com a garantia de fornecimento dos itens que consideramos essenciais e alguns críticos, durante a semana de paralisação. Foram intensas conversações a fim de manter determinadas rotas que considerávamos seguras pra esse tipo de manutenção, mas chegamos a um estágio agora que precisa de novas medidas”, afirmou.

Texto e foto: Felipe Silveira
Informações: Governo de SC

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *