Udo apresenta proposta de reajuste de 1,69% a partir de agosto

A data-base para a negociação salarial dos servidores públicos é maio, mas a Prefeitura de Joinville pretende pagar os trabalhadores somente em agosto. O prefeito Udo Döhler anunciou na segunda-feira (21) que pretende dar um reajuste de 1,69%. Para o vale-alimentação, a proposta é reajustar os atuais R$ 296,95 para R$ 310.

Para o Sindicato dos Servidores Públicos de Joinville (Sinsej), esta proposta é insuficiente e o prazo para sua aplicação é injustificável. A Pauta de Reivindicações da categoria pede o índice inflacionário na data-base, em 1º de maio, mais 5% de ganho real de salário, bem como um auxílio alimentação no mesmo valor da cesta básica apurado pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), de R$ 425.

Segundo o sindicato, nenhum outro item econômico ou relacionado a melhorias nas condições de trabalho foi aceito pela gestão. Foram realizadas quatro reuniões de negociação com o sindicato e o “não” imperou “até mesmo para os pedidos mais simples”, registra a nota dos trabalhadores.

Os servidores têm nova assembleia da Campanha Salarial na quinta-feira (24), às 19 horas, no Sinsej. Outra reunião de negociação com o governo está agendada para dia 29. A Pauta de Reivindicações completa pode ser lida aqui.

Edição: Felipe Silveira
Foto: Francine Helmann/Sinsej
Informações: Sinsej

Um comentário em “Udo apresenta proposta de reajuste de 1,69% a partir de agosto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *