Escritor Thelmo Lins e violinista Rogério Delayon estarão na 15ª Feira do Livro de Joinville

A 15ª Feira do Livro de Joinville tem mais duas atrações confirmadas. O escritor Thelmo Lins e o violinista Rogério Delayon se apresentarão no evento no dia 9 de junho, com canções do CD “O que vai ser quando crescer?,” parceria de Thelmo com o escritor Leo Cunha, que também é presença confirmada na feira.

O evento vai ocorrer entre os dias 8 e 17 de junho, no Centreventos Cau Hansen. “Leo foi meu colega no curso de Jornalismo na PUC/MG, em Belo Horizonte. Mas nunca fizemos nada juntos anteriormente. Atualmente, ele é um dos mais respeitados escritores infanto-juvenis do Brasil”, conta Lins.

Thelmo é cantor, ator, gestor cultural, escritor e jornalista. Começou sua trajetória artística no teatro em 1983 e realizou algumas montagens teatrais, como A cantora careca e Flicts. Rogério é um sidemen – nome atribuído ao músico profissional contratado para se apresentar ou gravar com um grupo do qual ele não é integrante – e já trabalhou ao lado de Zeca Baleiro, Fábio Jr., Sandy & Júnior, Moraes Moreira, Lenine e Beto Guedes, entre outros, ao vivo e em estúdio. Atualmente, acompanha a dupla Victor & Léo.

Já no domingo, dia 10, Thelmo e Rogério estarão com a escritora Marina Colasanti, também presença confirmada na Feira, cantando e interpretando poemas dela e do Affonso Romano de Sant´Anna. As canções são poemas musicados do CD “Balada dos casais”, lançado no ano passado, em formato voz e violão. “Os textos ajudam a costurar o programa e reforçar a força das canções”, destaca.

Thelmo conta que é a primeira vez que vem a Joinville como artista. “Já estive há muitos anos na cidade como turista. É a primeira vez que faço este show com a ilustre presença da escritora Marina. Será uma noite emocionante!” Segundo ele, a literatura sempre moveu sua vida artística. Já gravou vários CDs com poemas musicados de escritores como Drummond, Cecília Meireles, Henriqueta Lisboa, Leo Cunha, Marina Colasanti e Affonso Romano.

“Estou acostumado com esses eventos literários, em que temos contato direto com o público leitor e admirador da literatura. Mesmo assim, estou vibrando com a oportunidade de ir a Joinville e saber a reação do público catarinense a respeito do meu trabalho, que é pouco conhecido aí. Espero que apreciem, para eu poder voltar mais vezes”, completa Thelmo.

Informações e foto: Feira do Livro 2018

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *