Joinville ganha nova casa de acolhimento para pessoas em situação de rua

Nesta sexta-feira (20), será inaugurada a segunda unidade da Casa Padre Pio, em Joinville. Trata-se da Unidade São Lázaro, uma nova casa de acolhimento para pessoas que se encontram em situação de rua. A inauguração do espaço, localizado no bairro Boa Vista, rua Albano Schmidt, 2095, será às 16 horas, mas a unidade já iniciou as atividades no começo do mês de abril.

A entidade oferece 20 vagas para pessoas carentes, sendo que 10 destas vagas serão oferecidas em convênio com a Secretaria de Assistência Social, através da triagem do Centro Pop. As demais vagas serão ofertadas de acordo com critérios da própria instituição.

Na casa de passagem, o acolhido poderá pernoitar com direito à alimentação, banho e lavar a própria roupa. Durante o dia, deverá se dedicar a atividades como procurar emprego e providenciar documentos. Caso esteja apenas de passagem pela cidade, o acolhido aguardará passagem de ônibus para retornar à região de origem.

“Nesse novo desafio, atenderemos parte de uma demanda já bastante visível em Joinville, formada por pessoas muitas vezes vivendo nas ruas em condições de total vulnerabilidade”, diz Valdeir Paiva, presidente da Casa Padre Pio, entidade que já atua há sete anos em Joinville. Aa primeira unidade da Casa Padre Pio, no bairro Espinheiros, acolhe familiares e pessoas de outras cidades que estão em Joinville para receber tratamento médico.

“Geralmente são pessoas sem condições financeiras para desembolsar diárias em hotéis. Aos acolhidos e seus acompanhantes são oferecidos refeições, cama, banho, transporte, lavanderia e, porque não, um pouco de conforto espiritual”, explica Paiva.

Para sobreviver, a Casa Padre Pio conta com a comunidade, aceitando doações de alimentos e roupas, além de contribuições em dinheiro, via conta de luz, boleto ou depósito bancário no Banco do Brasil, agência 5214-0 C/C 1324759-X. Todas as doações são contabilizadas. No Espinheiros, a Padre Pio fica na Rua José Silveira Lopes, 1.250, Moinho de Ventos II.

Edição: Felipe Silveira
Foto e informações: Assessoria de imprensa (voluntária)