Santa Catarina tem 17 casos de gripe em 2018 e uma pessoa morreu

Faltando cerca de duas semanas para o início do período de sazonalidade da gripe, que vai de maio ao fim de agosto, Santa Catarina registrou 17 casos confirmados da doença até 11 de abril, segundo relatório da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Dive), sendo uma em Joinville. Um paciente de 72 anos morreu, em Florianópolis. Ele contraiu o vírus Influenza H3N2, o mais comum até o momento.

Os municípios que apresentaram casos confirmados de gripe foram: Florianópolis, com seis casos; Braço do Norte, com dois casos; Biguaçu, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joinville, Lebon Régis, Santo Amaro da Imperatriz, São Miguel do Oeste, Tijucas e Tubarão, com um caso cada.

Dos 17 casos confirmados para Influenza, 11 são pelo subtipo A(H3N2), quatro por A(H1N1) e dois por Influenza B.

Ao todo, 14 apresentaram algum fator de risco associado, sendo que seis eram idosos, cinco tinham doenças crônicas e três eram gestantes.

Segundo o diretor da Dive, Eduardo Macário, o número de casos está dentro do esperado para o período que antecede a sazonalidade. “Há predomínio do vírus Influenza A(H3N2) acometendo idosos e adultos portadores de comorbidades (doenças crônicas). Também há uma circulação pequena, mas importante, do vírus Influenza A(H1N1). Isso pode refletir uma tendência de maior circulação desse vírus quando comparado ao ano de 2017, em que houve predomínio quase absoluto do subtipo A(H3N2) e somente um caso de A(H1N1)”, afirma o diretor.

A 20ª Campanha Nacional de Vacinação contra a influenza ocorrerá de 23 de abril a 1º de junho, sendo o dia “D” programado para ocorrer no sábado, 12 de maio, quando todos os postos de vacinação estarão abertos. “Em Santa Catarina deverão ser imunizadas 1.844.225 pessoas pertencentes aos grupos prioritários”, informa Vanessa Vieira da Silva, gerente de Imunização da Dive.

Edição: Alexandre Perger
Foto: Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *