Hilton Görresen lança livro de contos inéditos neste sábado

O escritor Hilton Görresen lança seu novo livro neste sábado (7), às 10 horas, na livraria A Página. É a primeira obra de contos inéditos do autor, conhecido por suas crônicas publicadas em jornais da região desde os anos 1970. “Por que Matei Rocky Lane? e Outros Contos” reúne 24 histórias bem humoradas e ácidas, criadas a partir de casos vividos, lidos no noticiário e vistos nas ruas de Joinville e São Francisco do Sul.

Tímido, Hilton aprendeu a ler sozinho na infância e embarcou na paixão pelos livros ao lado do Conde de Monte Cristo, de Robin Hood e do Rei Arthur, heróis que conhecia pelas histórias em quadrinhos da série Edição Maravilhosa. Quando se tornou adulto, já atuando como bancário em Jaraguá do Sul, a primeira crônica publicada em um jornal da cidade foi o jeito de chamar a atenção para o próprio talento para o humor.

“Meus colegas do banco não acreditavam que eu poderia ter escrito aquela crônica, já que era tão quieto. Comecei a enviar textos para jornais da região e a ganhar espaço. Crônicas que hoje, claro, eu não assumiria a autoria”, brinca o autor.

Os resquícios daquela experiência da juventude estão presentes em “Teu Sorriso me Dá Ódio”, um dos contos de “Por que Matei Rocky Lane?”, da mesma forma que a história que dá nome ao livro, uma espécie de acerto de contas com o mocinho dos filmes de Western que povoava o imaginário das crianças nos anos 1950.

Da vivência como cronista, ele retira o senso crítico necessário para transformar a literatura em uma lupa sobre a sociedade, em especial sobre aquela que conheceu no século 20. Temas como machismo, vingança, puritanismo e meio ambiente aparecem como pano de fundo das histórias criadas por Hilton, de forma leve e sem maniqueísmo.

Precursor em Joinville

Apesar do jeito discreto, Hilton estava presente em momentos importantes das letras e da comunicação de Joinville. Em 1968, ingressou na primeira turma do curso de Letras da Faculdade da Região de Joinville (atual Univille). Na mesma época, conheceu o movimento literário Cordão e os escritores que o fundaram: David Gonçalves Carlos Adauto Veira e Lindof Bell – os dois primeiros seus colegas ainda hoje na Academia Joinvilense de Letras (AJL).

Nos anos 1980, foi o autor da primeira crônica publicada no caderno Anexo, na primeira edição do suplemento de cultura do jornal A Notícia. O francisquense colaborou com o Anexo até 2006, em crônicas e com uma coluna sobre língua portuguesa – esta última, virou o livro “Mostrando a Língua – Crônicas sobre Linguagem”, lançado em 2005. Entre 2008 e 2016, publicou suas crônicas no jornal Notícias do Dia. Atualmente, é cronista do jornal A Gazeta, de São Bento do Sul.

“Por que Matei Rocky Lane? e Outros Contos” é seu 9º livro solo publicado. A obra é um lançamento da Editora Areia e foi contemplada pelo Edital de Apoio à Cultura do Sistema Municipal de Desenvolvimento pela Cultura (Simdec).

A entrada no evento é gratuita e o livro estará à venda a R$ 20. Haverá um bate-papo com o autor no evento. A Livraria A Página fica na rua Dr. João Colin, 475, Centro.

Edição: Felipe Silveira
Foto: Fabricio Porto/Divulgação
Informações: Editora Areia

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *