Vendas da indústria catarinense crescem 12,7% no primeiro bimestre

No primeiro bimestre de 2017, as vendas reais da indústria catarinense aumentaram 12,7% em relação ao mesmo período de 2016. O resultado foi apurado pela pesquisa indicadores industriais, da Federação das Indústrias de Santa Catarina (FIESC).

Dos 14 setores analisados, 12 apresentaram alta nos resultados. Os destaques são dos segmentos de vestuário e acessórios (36,3%), produtos de metal (30,9%), produtos alimentícios (27,2%), minerais não metálicos (17,6%), máquinas e equipamentos (16,1%), metalurgia (14,2%) e veículos automotores (13,7%).

Os únicos setores que registraram contração foram equipamentos de informática e produtos eletrônicos (0,19%) e produtos de borracha e material plástico (1,8%).

Em fevereiro de 2017, na comparação ao mesmo mês no ano anterior, as vendas registraram crescimento de 12%. A alta foi observada em doze atividades, nas quais as maiores ampliações estão em confecção de artigos de vestuário e acessórios (40,8%), produtos de metal (25,7%) e produtos alimentícios (24%). No período, os setores que registraram recuo foram produtos de borracha e material plástico (2,6%) e em máquinas, aparelhos e materiais elétricos (2,3%).

Nos dois primeiros meses do ano, a utilização da capacidade instalada cresceu 2,09 pontos percentuais. No mesmo período, a massa salarial real aumentou 4,2%. O indicador expandiu-se em nove setores, com destaque para equipamentos de informática e produtos eletrônicos (22%), móveis (16,5%) e confecção de artigos de vestuário e acessórios (12,5%). As quedas foram registradas nos setores de produtos de borracha e material plástico (1,9%) e máquinas, aparelhos e materiais elétricos (1,2%).

Edição: Alexandre Perger
Foto: Plínio Bordin/Fiesc

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *