Pinho Moreira anuncia o fechamento de 15 agências regionais

O novo governador de Santa Catarina, Eduardo Pinho Moreira, reuniu a imprensa na manhã desta quarta-feira (21) e anunciou as medidas imediatas da nova gestão. Vai fechar 15 Agências de Desenvolvimento Regional (ADRs) e quatro secretarias de governo, eliminando 185 cargos comissionados. De acordo com o governo, isso vai representar uma economia anual de R$ 50 milhões, aproximadamente.

Leia também:
Governador diz que vai priorizar saúde e segurança

Dessa forma, o peemedebista Pinho Moreira atendeu, pelo menos em parte, a um pedido antigo da oposição ao governo, que chama as ADRs de “cabide de empregos” desde que o governador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) criou as Secretarias do Desenvolvimento Regional, em 2003, no processo que chamou de “Descentralização”. O projeto foi mantido nos mandatos de Raimundo Colombo, com a alteração do nome.

Segundo Pinho Moreira, ele tem legitimidade para fechar as agências porque fez parte da construção do Plano 15 (como é chamado o documento de propostas do PMDB nas eleições) na eleição de 2002, quando foi eleito vice-governador de Luiz Henrique.

Serão extintas as agências de Itapiranga, Dionísio Cerqueira, Palmitos, Quilombo, Seara, Caçador, Ituporanga, Taio, Ibirama, Timbó, Brusque, Laguna, Braço do Norte, Canoinhas e São Joaquim. As funções e demandas dessas ADRs serão absorvidas por outras agências, segundo o governo.

No âmbito do governo central, serão desativadas as Secretarias Executivas da Articulação Estadual; de Assuntos Internacionais; de Assuntos Estratégicos; e de Supervisão de Recursos Desvinculados.

Texto: Felipe Silveira
Foto: James Tavares/Governo de SC
Informações: Governo de SC

 

2 comentários em “Pinho Moreira anuncia o fechamento de 15 agências regionais

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *