Vigilância Ambiental alerta sobre infestação do mosquito Aedes aegypti em bairro de Joinville

O bairro Fátima, na zona Sul de Joinville, está chamando a atenção da Vigilância Ambiental por causa do aumento de focos do mosquitos Aedes aegypti, vetor transmissor do vírus da zika, dengue, chikungunya e febre amarela. A Vigilância Ambiental encontrou 15 focos positivos do mosquito no bairro neste mês. Os focos foram encontrados em residências e não nas armadilhas colocadas pelos agentes de combate à dengue, deixando a situação ainda mais preocupante.

Leia também: Joinville vai iniciar vacinação contra febre amarela para bebês

O Serviço de Vigilância Ambiental vai intensificar as visitas no bairro e pede que a população auxilie os agentes durante as vistorias. Os agentes estarão identificados com coletes e crachás da Secretaria de Saúde. Em caso de dúvidas, o morador pode ligar para o telefone 3432-2337, do Serviço de Vigilância Ambiental.

A coordenadora do Serviço de Vigilância Ambiental, Nicoli dos Anjos, solicita aos moradores para reforçarem os cuidados, identificando e destruindo possíveis criadouros do mosquito. “Infelizmente houve um descuido da população. Encontramos muito lixo, pneus jogados e caixas com água e sem tampas”, informou.

Apenas em 2018, de acordo com Vigilância Ambiental, já foram encontrados 69 focos positivos do mosquito Aedes Aegypt na cidade. O bairro Boa Vista é onde foram registrados mais focos, 27 focos, seguido agora pelo bairro Fátima, com 15.

Dicas para eliminar o mosquito

Evite usar pratos nos vasos de plantas; se usar, coloque espuma em volta do pratinho;
Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;
Mantenha lixeiras tampadas;
Deixe os tanques utilizados para armazenar água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água, lembrando de vedar inclusive o “ladrão” com uma tela de proteção;
Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;
Trate a água da piscina com cloro e limpe-a uma vez por semana
Mantenha ralos fechados e desentupidos;
Lave com escova os potes de comida e de água dos animais, no mínimo uma vez por semana;
Retire a água acumulada em lajes;
Dê descarga, no mínimo uma vez por semana, em vasos sanitários pouco usados e mantenha a tampa sempre fechada;
Evite acumular entulho, pois podem se tornar criadouros do mosquito;
Guarde pneus velhos e outros objetos que possam acumular água em locais secos e abrigados da chuvas

Características do mosquito

Mede entre 0,5 e 1 cm;
Possui cor preta e riscos brancos nas patas, cabeça e corpo;
Possui 2 pares de asas transparentes;
Possui 3 pares de patas;
Voa rasteiro, a no máximo 1 metro do solo;
Está mais ativo no começo da manhã e fim da tarde.

Edição: Felipe Silveira
Foto: Alexandre Carvalho/Fotos Públicas
Informações: Prefeitura de Joinville

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *