Joinville tem um caso suspeito de febre amarela

A Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina anunciou nesta segunda-feira (22) que são sete os casos suspeitos de febre amarela em Santa Catarina. Um deles é em Joinville e os outros são nas cidades de São José (1), Lages (1), Criciúma (1) e Timbó (1), Gaspar e Lajeado Grande. Nas últimas duas cidades, duas pessoas acabaram morrendo.

A Vigilância afirma, no entanto, que em todos os casos as pessoas viajaram para regiões de transmissão, fora de Santa Catarina. Os casos aguardam resultado laboratorial para conclusão da investigação, o que pode acontecer em até 20 dias. Santa Catarina não registra casos autóctones (de transmissão dentro do estado) de febre amarela desde 1966.

Apesar de Joinville estar na lista das cidades com casos suspeitos, o município não está entre as áreas com recomendação para a vacina contra a febre amarela. Confira neste link as cidades que fazem parte.

De 1º a 22 de janeiro deste ano, oito epizootias – ocorrência de um determinado evento em um número de animais ao mesmo tempo e na mesma região – foram registradas em Santa Catarina, com oito macacos envolvidos (ainda em investigação). De acordo com a Gerência de Zoonoses da Dive/SC, houve coleta oportuna de amostras em quatro deles, cujos resultados estão sendo aguardados.

Texto: Alexandre Perger
Foto: Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *