“É sempre uma alegria voltar a Joinville”, diz Shilton

Enquanto a maioria dos jogadores do Bauru Basket passava rapidamente em direção ao vestiário do Ginásio da Whirpool, o pivô Shilton era cumprimentado por membros e torcedores do Basquete Joinville, time que hoje é seu adversário. Toda essa recepção não é para menos para quem foi, durante anos, um dos símbolos da modalidade em Joinville.

“É sempre uma alegria voltar aqui (Joinville), me sinto em casa, tenho muitos amigos um carinho muito especial”, relata o pivô, em entrevista à reportagem de O Mirante. Ele atuou por sete anos em Joinville. Depois, se transferiu para o Flamengo, onde se sagrou bicampeão do NBB e da Liga das Américas. Após passagem pelo Minas, chegou ao Bauru, onde foi um dos responsáveis pelo título na temporada passada.

“Além da história com o esporte, meus dois filhos são joinvilenses, então é realmente muito especial, ainda mais com a equipe de volta à elite nacional”, prosseguiu o atleta de 35 anos, que projetava, antes de a bola subir, uma partida difícil. “Apesar de todo carinho, espero sair daqui com a vitória”, disse.

Com poucos anos ainda como profissional pela frente, Shilton diz estar se preparando e estudando para vida pós-basquete. Antes de sair das quadras, no entanto, o atleta não descarta voltar a defender as cores joinvilenses. “Espero que sim. Sempre tem conversa sobre isso e sempre tenho vontade de voltar para casa”, finalizou.

Texto e vídeo: Yan Pedro Kuhnen
Entrevista e foto: Vitor Forcellini

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *