Comissão de Proteção Civil faz audiência no Boa Vista

A Comissão de Proteção Civil realizou, na noite de segunda-feira (6), uma audiência pública no bairro Boa Vista para debater segurança pública. O encontro ocorreu na Paróquia Imaculada Conceição. Moradores da região reclamaram da falta de efetivo policial, da insegurança no comércio e do consumo de drogas.

Morador do bairro, Everaldo da Silva afirmou que o Boa Vista está abandonado. “Não vemos viaturas por aqui. O que vemos é gente fumando maconha na esquina da escola, bem na hora da saída da aula. O que tem de gente fumando maconha no nosso bairro”, afirmou.

A representante da Polícia Militar presente na audiência, tenente Roberta Minella da Silva, afirmou que realmente o efetivo é reduzido em relação à demanda, mas lembrou que em dezembro 87 alunos soldados da PM vão se formar, de modo que o efetivo pode aumentar. Ela destacou o trabalho preventivo de combate às drogas feito pela polícia nas escolas com o Proerd. Afirmou também que a PM faz rondas escolares, e que as rondas nos bairros são operações diárias e constantes, mas que infelizmente a polícia não consegue estar em todos os lugares.

Já a coordenadora da Secretaria de Segurança Pública de Joinville, Silvia de Aguiar Zavatini, afirmou que a Guarda Municipal também trabalha nas escolas na prevenção às drogas, mas disse que algumas escolas são mais vulneráveis que outras, então são prioritárias no atendimento. Ela disse, entretanto, que a Secretaria de Segurança Pública vai dar atenção ao problema das drogas nas escolas do bairro.

O assunto segurança pública é um dos mais debatidos pelos vereadores desta legislatura. A Comissão de Proteção Civil tem realizado audiências públicas sobre o assunto em diversos bairros.

Edição: Felipe Silveira
Foto: Nilson Bastian/CVJ
Informações: CVJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *