Apostando na base, Joinville projeta disputar o quarto lugar no JASC 2017

Os Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC) começam nesta sexta-feira (3), em Lages. Diferente das competições de base, Joinville não entra como candidata ao título geral da competição que vai reunir 4.600 atletas representantes de 97 municípios. A previsão da Secretaria de Esportes para a 57ª edição do Jogos é de brigar pelo quarto lugar com Chapecó.

Em terceiro, de acordo com o prognóstico da Sesporte, deve ficar Florianópolis. O duelo pelo título geral será entre Blumenau, cidade com mais títulos de JASC (41) e Itajaí, atual bicampeã (2014 e 2015). No ano passado, as competições foram canceladas devido a tempestades que afetaram cidade-sede, Tubarão. O secretário de Esportes de Joinville, Douglas Strelow, destaca os troféus conquistados nas últimas temporadas em competições de categorias de base.

“A perspectiva este ano é que também estejamos entre os cinco primeiros. Fomos campeões de Olesc e Joguinhos e muitos destes atletas que foram utilizados nessas duas competições vão para o JASC”, disse Strelow, ressaltando que o “objetivo como Secretaria (de Esportes) sempre é a formação de atletas“. A cidade atualmente é tricampeã da Olimpíada Estudantil Catarinense (Olesc) e hexacampeã dos Joguinhos Abertos do estado. Na história dos Jogos Abertos, a cidade mais populosa de SC foi a vencedora em apenas quatro oportunidades: 1963, 1966, 1992 e 1993.

57ª edição do Jasc inicia nesta sexta-feira (3) e vai até o dia 11 de novembro. Foto: Fesporte

Para 2018, a situação para Joinville – que contrata menos atletas de fora do estado para competir – deve ser favorável. A partir de janeiro, entra em vigor uma lei que obriga todo atleta que participar das competições da Fundação Catarinense de Esporte (Fesporte) a morar em Santa Catarina por pelo menos dois anos antes da data do evento. Estevan Cattoni, coordenador de alto rendimento e de formação da Sesporte, acredita em queda na pontuação da dupla do Vale do Itajaí que vem liderando a pontuação geral.

“Porém resta saber como será o controle em relação à lei”, pontuou Estevan. A delegação joinvilense vai a Lages com 294 atletas, 49 técnicos e quatro dirigentes. Das 27 modalidades, Joinville não vai ser representada em seis: remo (M e F), bolão 23 (M e F), handebol (M), bocha (F), tiro (ao prato e armas curtas – M e F).

Em negrito, as modalidades apontadas pelos dirigentes de Joinville com chance de medalha: atletismo, ciclismo, ginástica artística, ginástica rítmica, judô, karatê, taekwondo, natação, remo, tiro (armas curtas, armas longas e ao prato), triathlon, xadrez, basquetebol, bocha, bolão 16, bolão 23, futebol, futsal, handebol, punhobol, tênis, tênis de mesa, voleibol e vôlei de praia.

Liderado por Tamiris de Liz, atletismo feminino tenta “atrapalhar” favoritos
Em 2012, Tamiris foi a terceira mais veloz nos 100 metros rasos do Mundial Junior de Barcelona. Foto: Tamiris de Liz/Instagram

O atletismo feminino é colocado como grande esperança de pódio para a delegação de Joinville. Liderado pela velocista Tamiris de Liz, que vai disputar os 100 e 200 metros rasos e os revezamentos 4×100 e 4×400. A técnica Margit Weise (Corville/Sesporte/Rôgga) põe as equipes de São José e Lages (que montou uma equipe com base na equipe de Brusque, campeã na última edição), como principais postulantes ao troféu da modalidade.

“São José também contratou atletas desde 2016 para estes JASC, tanto no feminino quanto no masculino”, disse Weise, avisando que há chance de beliscar a primeira posição.

“Nós vamos tentar manter o padrão de pódio com possibilidade de atrapalhar os planos dos favoritos”, antecipou a treinadora. Em 2015, a cidade levou a segunda colocação no feminino. As disputas do atletismo ocorrem entre os dias 3 e 5 de novembro.

Outra esperança de pódio no atletismo é a lançadora de martelo Ana Lays Bayer, recordista brasileira sub-23 e vice-campeã sulamericana Sub-20. Ela foi escolhida como melhor atleta da terceira etapa do Campeonato Brasileiro de Atletismo Sub-23, que ocorreu no último final de semana.

Irmãos Vezaro comandam Joinville no basquete

Vice-campeão da Liga Ouro neste ano e às vésperas do início do Novo Basquete Brasil (NBB), o Basquete Joinville tem, em Lages, a chance de dar o troco em Blumenau. Em outubro, a equipe do Vale do Itajaí eliminou o time comandado por George Salles na semifinal do Catarinense.

“É uma derrota que está engasgada e foi muito sentida”, desabafou Lucas, o mais jovem dos dois irmãos Vezaro. Para ele, o Jasc vai servir também como um “campeonato preparatório” para a principal competição nacional da modalidade. “Estamos precisando ganhar corpo, físico melhor, ritmo de quadra. Isso aí vai dar união ao time e entrosamento”, relatou.

Felipe Vezaro segue a linha do irmão mais jovem. “A gente vai com tudo. Estamos treinando muito e esses dois amistosos serviram para treinar não somente para o NBB, mas também para o JASC”, disse Felipe, mencionando as partidas contra Campo Mourão na última semana de outubro. Em 2015, Joinville foi vice-campeã. A estreia está marcada para a próxima terça-feira (7), às 14 horas, contra Chapecó.

Agora advogado, nadador Eduardo Fischer continua representando a cidade

Aposentado da natação profissional, o joinvilense Eduardo Fischer vai a Lages para a 22ª participação em JASC. Desde 1995 ele é campeão nos 100 metros peito. Além de garantir alguns pontos para a cidade, quer incentivar a garotada mais jovem. “É possível ficar entre os três, mas é muito difícil. Vou mais para ajudar na questão de experiência e participação”, disse o agora advogado tributarista.

Apesar de não disputar mais provas em competições profissionais, Fischer não abandou a água. “Apesar de ir todo dia para a piscina, minha qualidade como nadador não é mais a mesma”, ressaltou o primeiro medalhista brasileiro no nado peito em Mundial. A natação no JASC será entre os dias 8 e 10 de novembro.

Modalidade estreante, futebol será representado por time base do Fluminense, do Itaum

O futebol feminino de Joinville chega com boas chances de medalha. Após retomar o projeto com o Fluminense do Itaum, ficando em terceiro lugar no Campeonato Catarinense deste ano, o técnico Ivens Fernando projeta equilíbrio para a modalidade.

“A gente trabalha nas categorias de base como principal atuação, mas o foco das meninas são os Jogos Abertos”, disse Ivens, que também comanda o time de futsal feminino. A base do elenco do Fluminense vai sofrer desfalques em função de algumas partidas serem disputadas durante a semana. “Algumas meninas trabalham e não podem faltar ao trabalho”, lamentou o técnico.

Joinville está no Grupo C e estreia às 10 horas da manhã desta sexta-feira contra o São José.

No tênis de mesa, Alexia Nakashima tenta repetir sucesso na base no JASC 2017
Em 2016, Alexia Nakashima foi campeã brasileira na categoria juvenil. Foto: Divulgação/Prefeitura

O ano de 2017 para Alexia Nakashima foi “bem corrido”, como descreve a própria mesatenista. “(Foi) Por conta de muitos campeonatos e da faculdade, mas apesar disso tive resultados muito bons”, disse Alexia, que participou, em sua última temporada na categoria juvenil, do Sulamericano, Pan-Americano, Catarinense e Brasileiro. Representando a Univille, a atleta disputou a Olesc, os Jogos Universitários Brasileiro (JUBS) e o Universiade, em Taipei. Nakashima aposta em título no Jogos Abertos.

“Acredito que a equipe feminina de Joinville tem condições de ser campeã, mas o JASC sempre foi um campeonato de alto nível no tênis de mesa, contando com a presença de atletas da seleção brasileira principal”, opinou Alexia, que vai para o terceiro Jogos Abertos. Ela acredita que Concórdia, Chapecó e São Bento do Sul são as cidades mais fortes da modalidade.

Mesmo disputando competições nacionais e internacionais, Alexia descreve o orgulho de vestir a camisa da cidade na maior competição do estado. “É um prazer poder representar Joinville desde minha primeira Olesc. É minha cidade natal e tenho muito orgulho disso”, relatou a joinvilense.

Texto: Yan Pedro Kuhnen
Foto: Comemoração do título dos Joguinhos 2017/Fesporte

Este conteúdo foi interessante para você?
Clique no botão e colabore financeiramente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *