Joinville vence e está nas semifinais do estadual de basquete

O Independente até tentou, mas não conseguiu fazer frente ao Basquete Joinville no jogo deste sábado (7), no Centreventos Cau Hansen. A equipe do Norte do estado fez valer o fator casa e venceu por 88 a 49, garantindo vaga nas semifinais da competição.

Com todo o elenco à disposição, o técnico George Salles pode colocar o que tem de melhor em quadra. Após um começo de jogo truncado, o Joinville conseguiu abrir boa vantagem. Jefferson Socas mostrou estar recuperado da lesão que o afastou por três meses e fez boas jogadas na armação do time, que encerrou o período vencendo por 21 a 9.

No segundo quarto, o Independente endureceu o jogo e chegou a diminuir a vantagem dos locais para apenas seis pontos. Porém, o Joinville logo se recuperou e voltou a se distanciar no placar. Weihermann, vindo do banco, teve boa participação nas jogadas de ataque da equipe. Quando o segundo quarto acabou, o placar mostrava a vitória joinvilense por 40 a 27.

Quando voltou a quadra, o Joinville demonstrou a força do seu elenco. Rodando bastante os atletas em quadra, a equipe não deixou o ritmo cair e seguiu ampliando o placar. Melhor fisicamente, o time aproveitava os contra-ataques para pontuar e foi para o último quarto com 62 a 41 de vantagem.

Com a classificação encaminhada, o objetivo do Joinville era fazer um bom saldo, para superar a campanha do já classificado Blumenau e assim ter a vantagem de mando nas semifinais. A defesa permitiu apenas oito pontos da equipe de São José, enquanto o ataque anotou 26 pontos e alcançou a vantagem necessária para ter o mando nas semifinais.

O técnico George Salles ressaltou o trabalho defensivo da equipe e projeta uma semifinal difícil diante dos blumenauenses:

“Tivemos 25 minutos do jogo bem atípico do que podemos esperar, voltamos do vestiário com uma proposta diferente de defesa e conseguimos colocar em prática. Aí acho que acabamos nos sobressaindo na parte física e na quantidade de jogadores no elenco. Agora é trabalhar forte durante a semana para enfrentarmos a equipe de Blumenau, que é forte, perdeu apenas uma peça da Liga Ouro. Vamos entrar na semifinal com foco em conquistar a vaga e, quem sabe, depois de muito tempo trazer esse título para Joinville”, analisou.

O armador Jefferson Socas, que jogou sua segunda partida após se recuperar de lesão muscular, se mostrou otimista em relação a sua evolução: “Foi realmente uma lesão grave, foi a primeira vez que tive uma lesão muscular, as outras foram de articulação. Foi difícil, foram três meses de trabalho intenso, fizemos muito fortalecimento mesmo. Ainda estou fora de ritmo, mas estou correndo bem, me sentindo bem e acho que até o NBB vou estar 100%”.

A Federação Catarinense ainda vai determinar as datas e horários das semifinais. Além de Joinville e Blumenau, Brusque e Joaçaba também se classificaram.

Blackstar perde e dá adeus a competição

Outro time joinvilense na disputa do catarinense, o Blackstar não foi páreo para a equipe do Joaçaba. A equipe já havia perdido a primeira partida em Joinville e neste sábado foi derrotada de novo, por 86 a 83. Com isso o Joaçaba abriu 2 a 0 na série e se classificou para as semifinais.

O adversário será o Brusque, que terá vantagem de mando por ter melhor campanha.

Confira as entrevistas de George Salles e Jefferson Socas na íntegra

 

Texto: Vitor Forcellini
Foto: Basquete Joinville

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *