Presidente da Águas de Joinville anuncia medida para amenizar falta de água

O diretor-presidente da Companhia Águas de Joinville, Jalmei José Duarte, participou da sessão da Câmara de Vereadores da última terça-feira (12) e, ao falar sobre a falta da água, anunciou duas medidas. Ele disse que os usuários serão avisados pelo celular das interrupções, como faz a Celesc, e prometeu uma bomba de alta potência como medida paliativa para a Zona Sul, até a construção da Estação de Tratamento de Água do Piraí Sul.

A nova licitação do call center da companhia foi lançada e prevê o serviço de aviso por SMS a usuários sobre a falta de água, assim como faz a Celesc. Já a estação será construída perto da montadora GM. A previsão é de cinco anos, e o projeto executivo deve ser entregue em um ano.

Na sessão, Jalmei ainda falou sobre a perda de água na cidade, que atualmente é de 41,7%. Segundo o executivo, o percentual de perda de água caiu em relação a 2015 (46,6%), se considerado o total de água produzida pelo sistema que não foi faturada.

A meta é reduzir a perda para 36%, na medição por faturamento, em 2020, e para 483 litros por ligação/dia (em agosto foram 583 litros por ligação/dia). Para tanto, só neste ano, a companhia planeja investir R$ 16 milhões em controle da pressão, modernização de hidrômetros, controle de vazamentos, entre outras ações.

Edição: Alexandre Perger
Foto: Divulgação/Águas de Joinville

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *