Com 8 a 1 contra o Mogi Mirim, JEC quase escreve um épico na Série C

O Joinville Esporte Clube está desclassificado da Série C do Campeonato Brasileiro de Futebol. Mas ninguém pode dizer que o time não lutou pela classificação. No último jogo da fase classificatória, neste sábado (9), o JEC meteu oito gols no Mogi Mirim e lutou até o último segundo para fazer os gols necessários para avançar de fase.

A classificação foi decidida no saldo de gols e, ao final do jogo, o Tricolor precisava fazer mais dois gols para se garantir. Terminado a partida, jogadores, torcedores, imprensa e todos os envolvidos ficaram torcendo por um gol do Macaé que podia dar a classificação para o Joinville.

Além de meter oito gols, o Tricolor ainda perdeu várias chances em um jogo completamente insano. O artilheiro Rafael Grampola marcou quatro gols na partida, cujo placar final foi 8 a 1.

Após o apito final, o Botafogo fez 5 a 2, reduzindo ainda mais as chances tricolores. Minutos depois, no entanto, o Botafogo, que precisava de mais um para classificação, tomou o terceiro gol do time gaúcho. As esperanças do JEC renasciam. Agora, o JEC só precisava de um gol do Macaé. No Rio de Janeiro, os cariocas, desesperados por um gol salvador para permanecer na Série C, não conseguiram superar a retranca do Tombense.

Nos arredores da Arena, a torcida saía à procura de informações. Celulares à mão, fone no ouvido. Quase dez meses depois, a torcida do JEC acompanhava mais uma decepção. E, mesmo sem ser rebaixado, o sentimento de tristeza era parecido com aquele de 26 de novembro de 2016, quando o rebaixamento à Série C se concretizava.

Texto: Felipe Silveira e Yan Pedro
Foto: JEC

Um comentário em “Com 8 a 1 contra o Mogi Mirim, JEC quase escreve um épico na Série C

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *