O que disseram os vereadores nesta terça-feira, 29 de agosto

O vereador Rodrigo Coelho (PSB) defendeu seu projeto de lei que inclui o WhatsApp na lista de canais da ouvidoria da Prefeitura. Para justificar, ele relatou as reclamações que tem ouvido em relação à dificuldade das pessoas de acessarem os meios atualmente disponíveis. “Por que não usar? É uma ferramenta gratuita”, defendeu o vereador do PSB. A proposta está agora na Comissão de Legislação. No mesmo dia, o parlamentar publicou uma foto de visita que fez à obra da rua São Paulo, em que conversou com moradores.

Sem citar nomes, Maurício Peixer (PR) foi à tribuna dizer que alguém contou a ele que há conversas adiantadas por parte do governo estadual para desativar a Escola Educação Básica Professor Rodolfo Meyer, na rua Copacabana. “É um absurdo, porque aquela escola tem história e alunos suficientes para movimentar”, reclamou o vereador. Para buscar explicações, ele disse que vai procurar Simone Scharamm, secretária da Agência de Desenvolvimento Regional de Joinville.

O vereador Rodrigo Fachini (PMDB) pediu para registrar em ata seu voto contrário à moção da vereadora Ana Rita Negrini Hermes (Pros) que repudia o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, por ter vetado um projeto de lei de que proíbe o uso de animais vivos em pesquisa. “A pesquisa é algo para salvar a vida humana”, justificou o vereador.

Fachini teve o apoio do vereador Odir Nunes (PSDB), que questionou: “o que seria do ser humano se não fossem as pesquisas feitas com os animais?”

Texto: Alexandre Perger
Foto: Divulgação/CVJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *