Documentário sobre presas políticas será exibido na Unisociesc

Ocorre nesta quarta-feira (26), às 19 horas, na Unisociesc da Marquês de Olinda, um debate sobre a ditadura militar e questões atuais. Antes da conversa será exibido o documentário “Que bom te ver viva”, de Lúcia Murat, que conta a história de ex-presas políticas no regime ditatorial. O filme é de 1989.

Em entrevistas, as mulheres analisam como puderam enfrentar as torturas e prisões, relatando as situações e como sobreviveram a esse período, no qual delírios e fantasias são recorrentes. O filme intercala cenas documentais com um monólogo ficcional baseado nos relatos e nas memórias dessas mulheres, feito pela atriz Irene Ravache (foto).

Vão participar da conversa a advogada Cynthia Maria Pinto da Luz, Assessora jurídica do Centro de Direitos Humanos Maria da Graça Bráz; Izaias de Souza Freire, pesquisador da ditadura militar brasileira; e Fabrício Porto, autor do documentário “Ditadura Reservada”. A mediação fica por conta do professor de história Maikon Jean Duarte, que participou da Comissão Municipal da Verdade.

A atividade é promovida pelo Sesc e ocorre simultaneamente em Jaraguá do Sul, Joinville, Florianópolis, Itajaí, Lages, Chapecó e Laguna, sempre nas última quarta-feira de cada mês deste ano. O objetivo da entidade é promover o diálogo entre a sociedade, grupos, estudantes, coletivos e demais agentes sociais.

A entrada é franca. A Unisociesc da Marques de Olinda fica na rua Gothard Kaesemodel, 833, Anita Garibaldi.

Texto: Felipe Silveira
Foto: Divulgação

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *