Vereadores debatem Fórum de políticas para imigrantes, mas questão fica aberta

A Comissão de Participação Popular e Cidadania debateu na quarta-feira (12) a possibilidade de criação do Fórum Intersetorial de Políticas de Atendimento Humanizado aos Imigrantes em Joinville. A Comissão apresentou essa proposta como resultado da audiência pública que debateu, no mês passado, a situação dos haitianos em Joinville, e o objetivo é criar um espaço de interlocução entre órgãos e entidades envolvidos.

O presidente da Associação de Imigrantes Haitianos em Joinville, Whistler Ermonfils, se declarou favorável à criação do fórum, dizendo que um local para que todos que querem ajudar possam debater as ações poderia mudar a situação dos imigrantes. Whisler lembrou as reinvindicações dos haitianos: “Nós queremos trabalhar e estudar”, resumiu.

A representante do Instituto de Desenvolvimento e Direitos Humanos (IDDH), Daniela Rosendo, afirmou que a situação dos imigrantes continua precária e disse que a entidade também é favorável à criação do fórum. A presidente da Comissão, vereadora Tânia Larson (SD), sugeriu que seja o IDDH o responsável pelo Fórum, porém a representante da entidade afirmou acreditar que a responsabilidade pela articulação é do Estado. Ao final da reunião, Tânia Larson afirmou que a questão fica em aberto, mas garantiu que a questão dos haitianos não será esquecida.

Edição: Felipe Silveira
Foto: Sabrina Seibel/CVJ
Informações: CVJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *