Comissão debate situação dos cemitérios de Joinville

A Comissão de Urbanismo da Câmara de Vereadores debateu na terça-feira (11) a situação dos cemitérios em Joinville. Vereadores pediram informações para a Secretaria de Meio Ambiente (Sema) sobre o serviço de manutenção e limpeza e sobre a construção de sepulturas, além de questionarem o órgão sobre a implantação dos ossários.

De acordo com o gerente de Concessões da Sema, Sebastião Brühmüller, o primeiro ossário deve ser implantado no Cemitério Nossa Senhora de Fátima no segundo semestre desse ano. A lei que permitiu a criação de ossários foi aprovada na Câmara de Vereadores em outubro de 2014.

O objetivo foi liberar espaço nos cemitérios, mediante a reutilização de sepulturas abandonadas. Quando os ossários forem implantados, eles vão armazenar ossos não identificados abandonados nos cemitérios municipais há mais de 20 anos. Os restos mortais ficarão recolhidos por três anos, antes de serem incinerados, caso a família não providencie ou indique local onde sejam depositadas as ossadas.

Sobre a limpeza e conservação dos cemitérios, o gerente explicou que uma terceirizada presta o serviço nos dez cemitérios públicos da cidade e garantiu que a empresa apresenta relatório mensal de tudo o que é executado. Sobre a abertura e construção de sepulturas, Brühmüller esclareceu que são 11 empreiteiras credenciadas.

Edição: Felipe Silveira
Foto: Sabrina Seibel/CVJ
Informações: Informações/CVJ

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *