Fluminense estreia na Série B do Catarinense com derrota para o Hercílio Luz

O Fluminense tentou, correu bastante, desperdiçou dois pênaltis e até foi melhor na partida durante o primeiro tempo, mas acabou derrotado por 2 a 0 para o Hercílio Luz, de Tubarão, na estreia do time na Série B do Catarinense. A equipe do bairro Itaum sofreu os gols no início do segundo tempo. Matheus e Luiz Meneses anotaram para o Leão do Sul.

Leia também: A preparação do Fluminense do Itaum para jogar a Série B

Este foi último confronto da rodada de abertura da série B do Catarinense. No sábado, o Barra FC, de Balneário Camboriú, venceu o Concórdia por 1 a 0. O Jaraguá, no domingo de manhã, perdeu em casa para o Marcílio Dias por 4 a 0. A outra equipe da cidade de Jaraguá do Sul também saiu derrotada. Fora de casa, o Juventus perdeu do Guarani de Palhoça por 2 a 0. Em Mafra, o Operário goleou o Camboriú por 4 a 2.

Contra um dos clubes que entra no campeonato almejando o acesso, o Fluminense se comportou muito bem. Com mais posse de bola e propondo jogo, o time do bairro Itaum praticamente não sofreu defensivamente. A chance mais perigosa do primeiro tempo aconteceu aos 25 minutos. Após cobrança de escanteio, o zagueiro Pedro Paulo cabeceou a bola, que passou muito perto da meta do goleiro Martins.

Logo aos dois minutos do segundo tempo, o camisa dez do Leão do Sul abriu o placar. Após indecisão do goleiro Jeferson, Matheus tocou de cabeça, no canto esquerdo da meta tricolor. O Hercílio continuou em cima. Aos seis minutos, Caio arriscou de fora da área. Bem posicionado, Jeferson defendeu.

O Flu respondeu com bolas alçadas na área. Em escanteio cobrado, a bola ficou pipocando na área até o lateral Felix colocar a mão na bola. Na cobrança, Samuel isolou a bola, desperdiçando a chance de empatar. O troco do Leão veio rapidamente. Na jogada seguinte, Luiz Meneses, jogador revelado pelo JEC que entrou durante o intervalo e mudou o ritmo do Hercílio Luz, cabeceou firme e ampliou para os visitantes.

Após o gol, o jogo voltou para o ritmo da primeira etapa, com as equipes lentas e arriscando pouco. Já perto do final do jogo, o árbitro novamente assinalou penalidade máxima para o Tricolor do Itaum. Desta vez, Pedro Paulo tomou a responsabilidade da cobrança. O resultado, no entanto, foi o mesmo. O experiente jogador teve o chute defendido pelo goleiro Martins, determinando o resultado final do jogo.

Texto: Yan Pedro Kuhnen
Foto: Print da transmissão

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *