Prédio de escola desativada pode abrigar Casa do Adalto

A Casa do Adalto é uma entidade que auxilia pacientes com câncer e seus familiares, atualmente com dificuldades financeiras após a retirada de um importante apoio financeiro. A EEB Elpídio Barbosa é uma escola que foi desativada em 2017 pelo governo do estado. Atualmente, a Casa do Adalto fica em uma casa no bairro Costa e Silva, pela qual paga aluguel. O prédio da escola, no mesma bairro, está vazio. Por que não, então, utilizar o prédio da antiga escola para ajudar a manter a instituição?

Este foi o assunto de uma reunião realizada na sexta-feira (30), na Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Joinville. A secretária Simone Schramm recebeu membros da Casa do Adalto e apoiadores para tratar do assunto. Participaram a presidente da entidade, Noeli Teresinha Chagas; o presidente do Conselho Comunitário de Segurança (Conseg) do Costa e Silva, Renato Mancinelli; e o secretário do Rotary Club Colon, Richard Ewald.

“Tivemos um avanço na conversa também com a Secretaria de Estado da Administração e poderemos vencer as questões jurídicas e ceder o imóvel para a Casa do Adalto. Dessa forma o espaço permanece com a comunidade do bairro e com uma entidade que presta um serviço social importante às pessoas que precisam de tratamento oncológico”, disse Simone.

“Nós visitamos o espaço e pedimos a concessão de uso daquele imóvel porque seria uma benção para nós podermos instalar a Casa do Adalto naquele lugar e sairíamos do aluguel”, comenta Fabiola Martins, gerente de projetos da entidade.

De acordo com o governo estadual, a escola foi desativada por redução de alunos ano a ano. Em 2017, apenas 37 estudantes foram matriculados. Eles foram transferidos para a EEB Arnaldo Moreira Douat, no mesmo bairro.

Texto: Felipe Silveira
Foto e informações: ADR Joinville

ANUNCIANTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *