Botafogo vence Joinville e é campeão da Liga Ouro

O Joinville lutou bastante, mas o título da Liga Ouro é do Botafogo. Jogando no Rio de Janeiro, o time da estrela solitária venceu por 90 a 68, conquistou a taça e a vaga no Novo Basquete Brasil (NBB). Aos joinvilenses, resta a expectativa de um convite para disputar a principal competição do basquete brasileiro na próxima temporada.

A equipe catarinense começou o jogo muito ansiosa e errando bastante. O Botafogo aproveitou e abriu grande distância no placar, chegando a fazer 14 a 2. Jamaal, com duas bolas de três e 11 pontos no quarto era o grande destaque do time da casa. O técnico George Salles parou o jogo e a acertou a equipe joinvilense. O time voltou melhor e reagiu no jogo, terminando o primeiro período empatando em 24 a 24. Maxwell, com 12 pontos, foi o principal jogador do time visitante.

No segundo período o Joinville passou à frente. Maxwell continuava muito bem no jogo, com 7 pontos e um toco espetacular no americano Phill. Porém, o Botafogo aproveitou bem os erros da equipe adversária e, com uma pontuação bem distribuída entre os jogadores, terminou na frente, 41 a 39.

Foi na volta do intervalo que o jogo começou a desandar para o Joinville. Com um período muito ruim, o time viu o Botafogo abrir 15 pontos de diferença. Com um trabalho ofensivo excelente, o alvinegro aproveitou o bom momento de Roberto e Arnaldinho para se distanciar no placar. André Bambu apareceu bem para o Joinville, mas a equipe não conseguiu segurar o ataque botafoguense e o terceiro período terminou 68 a 52.

No último quarto o time da casa apenas controlou o resultado e, no final, ainda abriu mais vantagem. O Joinville tentava diminuir nos arremessos de três pontos, mas a bola não caia. Guerreira, a equipe lutou até o final, mas não conseguiu reverter o resultado. Vitória do Botafogo, campeão da Liga Ouro 2017.

Jamaal foi o cestinha do jogo, com 22 pontos. O armador botafoguense foi eleito o MVP da competição. Maxwell, com 21 pontos e Vezarinho, com 20, foram os maiores pontuadores do Joinville. Maxwell exaltou o trabalho das duas equipes na competição: “Temos que parabenizar o Botafogo, eles foram superiores hoje. Mas eu olho para trás e vejo que valeu a pena cada gota de suor que a gente derrubou na quadra, com muitos atletas da base nós conseguimos reerguer o basquete joinvilense”.

Felipe Vezaro, um dos destaques do Joinville na competição se emocionou após o final do jogo: “Estou triste pela derrota, mas foram méritos do Botafogo. Não estou feliz com o que eu apresentei hoje, eles conseguiram me parar. Mas nosso time é muito guerreiro, nós treinamos todo dia as seis da manhã. Conseguimos a vitória contra o Contagem por conta da força do nosso grupo. É uma equipe jovem, que as vezes peca pela inexperiência, ninguém aqui foi protagonista em lugar nenhum. Mas o que fizemos foi lindo. A torcida também foi muito importante. Tenho muito orgulho desse time, nasci em Joinville e amo jogar com a camisa do time da minha cidade. Nunca esperei que seria protagonista aqui, depois de 3 lesões graves, mas tenho que agradecer a todo mundo que me ajudou e a esse grupo que é uma família”.

O pivô campeão, Rodrigo Bahia, lembrou das dificuldades que o clube passou nos últimos anos: “Quando eu, o Arnaldo e o Roberto chegamos aqui, há dois anos, não tinha nem bola para treinar, treinávamos camisa contra sem camisa e hoje vendo o time evoluindo, subindo para o NBB, o sentimento é de dever cumprido, eu estou muito feliz”.

Agora o Joinville terá que esperar cerca de 20 dias para saber se vai ou não disputar o NBB na próxima temporada. Esse é o prazo dado pela Liga Nacional de Basquete para que as equipes confirmem participação. Se alguém desistir, o caminho natural é a vaga ser destinada ao vice-campeão da Liga Ouro. Além disso, ainda não está definido o número de participantes da próxima edição. Caso haja um crescimento no número de equipes, o Joinville pode ser convidado.

Quando voltar à cidade, o Basquete Joinville começará a se preparar para a disputa do campeonato catarinense, que começa no dia 3 de agosto.

Texto: Vitor Forcellini
Foto: Botafogo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *