Exportação de carnes cresce e SC fatura 45,5% a mais na comparação com 2016

Entre janeiro e maio de 2017, Santa Catarina embarcou 113,2 mil toneladas de carne suína, arrecadando US$ 266,9 milhões. Este valor corresponde a 45,5% a mais do que no mesmo período do ano passado. O estado é o maior produtor de carne suína do Brasil. Embora os resultados totais sejam positivos, houve queda entre abril e maio. As exportações no último somaram 20,3 mil toneladas, uma queda de 4,5% em relação ao mês anterior.

Os principais mercados para carne suína do estado são a Rússia, China e Hong Kong, que juntos responderam por 67,2% das exportações do estado em 2016. Os catarinenses, porém, estão em busca de novos mercados e esperam vender carne suína também para a Coreia do Sul, um dos maiores compradores mundiais do produto in natura. Só em 2016, o mercado sul coreano importou 615 mil toneladas de carne suína produzida em outros países e a previsão é que esse número chegue a 630 mil toneladas este ano. Inicialmente, Santa Catarina espera vender, pelo menos, 30 mil toneladas do produto para aquele país.

O estado também se destaca na exportação de carne de frango, sendo o segundo maior produtor do país. Em maio, foram US$ 140,4 milhões, superando em 4,2% o mês de abril. A quantidade foi de 71,3 mil toneladas, uma retração de 1,4% em relação ao mesmo período. No acumulado do ano, a avicultura já faturou US$ 710,6 milhões pelo envio de 379,2 mil toneladas de carne de frango. Os principais mercados da avicultura catarinense são o Japão, Países Baixos (Holanda e Bélgica), China, Arábia Saudita e Reino Unido.

Edição: Felipe Silveira
Foto: Secom/SC
Informações: Secom/SC

ANUNCIANTE