Estão definidos os grupos que participarão do 35º Festival de Dança de Joinville

Depois das apresentações das noites especiais, estão definidos os grupos que integrarão a programação artística do evento do 35º Festival de Dança de Joinville. O evento ocorre entre os dias 18 e 29 de julho no Centreventos Cau Hansen e em diversos outros palcos espalhados pela cidade.

Foram aprovadas 256 coreografias para as noites e tardes competitivas e 1.498 para os Palcos Abertos distribuídas nos diferentes gêneros: balé clássico de repertório, balé neoclássico, dança contemporânea, danças populares, danças urbanas, jazz e sapateado.

De Santa Catarina foram selecionadas 29 coreografias para a Mostra Competitiva, dez para o Meia Ponta e 196 para Palcos Abertos. Ao todo, 18 cidades do Estado têm trabalhos aprovados pela curadoria artística do evento, formada pelas especialistas em dança Ana Botafogo, Mônica Mion e Thereza Rocha.

Com 13 trabalhos para a Mostra Competitiva, três para o Meia Ponta e 40 para os Palcos Abertos, Joinville é a cidade com o maior número de coreografias aprovadas. A capital Florianópolis teve um trabalho classificado para a Mostra Competitiva, um para o Meia Ponta e 25 para os Palcos Abertos.

Para a Mostra Competitiva, que ocorre no palco principal do Centreventos Cau Hansen, são 212 trabalhos de 11 estados brasileiros e um do Distrito Federal. Uma coreografia do Paraguai também está entre as aprovadas totalizando 133 grupos selecionados.

O Festival de Dança de Joinville teve mais um número recorde de inscrições, com 3.226 coreografias, 6,8% a mais do que no ano anterior. “O número de trabalhos aumentou, principalmente no Meia Ponta. Ficamos muito satisfeitos com este crescimento exponencial. O Festival vem se aprimorando a cada ano, se consolidado com um dos mais importantes eventos de dança do mundo, com trabalhos cada vez mais caprichados, claros e precisos. Certamente o público vai se emocionar com as apresentações”, comenta a curadora artística do 35º Festival de Dança de Joinville, Thereza Rocha.

Foto: Nilson Bastian/Festival de Dança de Joinville

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *