Joinvilense vai gastar R$ 132, em média, no presente de Dia das Mães

Os comerciantes catarinenses apostam no Dia das Mães para aquecer o setor neste mês de maio. A data é a segunda mais importante para o comércio, atrás apenas do Natal. Uma pesquisa de intenção de compras da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio) de Santa Catarina aponta que os catarinenses vão gastar mais neste ano do que no ano passado.

O gasto médio em 2017 deve ser R$ 165,77 por consumidor, valor 3,7% maior do que o prospectado no ano anterior, R$ 159,89. O levantamento foi realizado nas maiores cidades do estado: Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville, Lages e Itajaí.

Os joinvilenses pretendem gastar R$ 132,16, em média. É o menor valor entre as cidades pesquisadas. A maior média fica em Florianópolis: R$ 225. No ano passado, a média joinvilense foi de R$ 143,36.

A pesquisa ainda traz dados a respeito da condição financeira das famílias: 34,6% declararam estar em situação igual a do ano anterior, 34,4% apontaram que está melhor e 31% afirmaram que estão pior.

Apesar da boa expectativa, o presidente da Fecomércio, Bruno Breithaupt, afirma que comerciantes precisam oferecer boas condições aos consumidores.

“A expectativa é de variação positiva no gasto médio, mas o setor está realista de que ainda não teremos a recuperação esperada no volume de vendas e faturamento. Apostar em promoções, formas de pagamento diferenciadas e bom atendimento continua sendo o tripé para melhorar a experiência de compra e conquistar os clientes, especialmente em um período de orçamento apertado”, explica.

Comportamento do consumidor

Segundo a pesquisa, o consumidor procura por bom preço (38%), atendimento (26%) e promoções (22%). Para garantir o melhor custo/benefício, os filhos devem bater perna: 71,1% dos entrevistados devem fazer pesquisa de preço antes de escolher o presente.

O comércio de rua (75,1%) e os shoppings centers (16,0%) serão os principais destinos dos consumidores. As roupas (43%) continuam sendo os itens mais procurados, à frente dos perfumes/cosméticos (13,3%) e calçados/bolsas (10,8%). Uma parcela considerável dos consumidores (8,8%) ainda está indecisa.

Quase metade dos entrevistados (45,1%) deve almoçar ou jantar na casa de parentes, seguidos pelos 14,3% que irão comemorar em restaurante. Pelo menos 31,8% devem passar a data em casa.

Os catarinenses pretendem pagar em dinheiro (71%), seguido pelo parcelamento no cartão de crédito (11,9%) e à vista no cartão de crédito (6,2%). Os dados são considerados positivos pelo mercado e podem influenciar nos níveis de endividamento e inadimplência nos próximos meses.

Edição: Felipe Silveira
Foto: Fecomércio
Informações: Fecomércio

ANUNCIANTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *