Deputados derrubam veto e telefones públicos terão que ser adaptados em SC

Com 22 votos a favor e oito contra, foi aprovado na terça-feira (2) o projeto de lei que exige a adaptação dos telefones públicos para a inclusão de pessoas com deficiência. O autor do projeto é o deputado Patrício Destro (PSB). A lei já havia sido aprovada na Assembleia Legislativa de Santa Catarina (Alesc), mas foi vetada pelo governados Raimundo Colombo e voltou para o parlamento, onde derrubaram o veto.

O projeto prevê a implantação de telefones púbicos adaptados para surdo-mudo em locais de grande circulação. Hospitais públicos e privados, centros comerciais com mais de 30 lojas, shopping centers, edifícios comerciais, universidades, escolas e CEIs, hoteis e prédios públicos têm prazo de 180 dias para se regularizar.

“Quando falamos em acessibilidade, a primeira coisa que vem na cabeça é uma rampa, mas facilitar a comunicação para todas as pessoas também é um direito de todos. Por isso apresentei o projeto e vou fiscalizar para que a lei seja realmente cumprida”, afirmou Destro.

Segundo o IBGE, no Brasil são quase 10 milhões de pessoas com algum problema de audição, sendo que 2,6 milhões são surdas e 7,2 apresentam grande dificuldade para ouvir.

Texto: Felipe Silveira
Foto: Divulgação
Informações: Assessoria

ANUNCIANTE

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *