Servidores e Prefeitura iniciam negociação salarial

De um lado, a Prefeitura afirma não ter dinheiro. Do outro, o Sinsej aponta queda no compromentimento com a folha salarial

A primeira audiência de negociação salarial entre Sinsej e Prefeitura ocorreu na manhã desta terça-feira (18). O prefeito Udo Döhler, acompanhado por secretários, insistiu que a Prefeitura não tem capacidade financeira para oferecer aumento. Os servidores, representados pelo presidente sindical Ulrich Beathalter e outros diretores, apontaram que houve diminuição do comprometimento do orçamento municipal com a folha salarial, o que permite a melhoria da renda dos servidores.

A direção do sindicato cobrou acordos anteriores não cumpridos pela Administração. Segundo o Sinsej, o governo comprometeu-se em enviar imediatamente à Câmara a ampliação da licença-paternidade para 20 dias e a suspensão das penalidades na carreira para os servidores do Hospital São José, devidas à paralisação de dezembro de 2015.

Também foi cobrado o fim das horas-termo no magistério. Para o sindicato, a Prefeitura precisa modificar a chamada do concurso, de forma a proporcionar o ingresso na carreira com o módulo máximo de 40 horas, o que reduziria os incômodos vividos pelos professores até estarem aptos a participar do processo de aumento de carga horária.

A direção do Sinsej também cobrou a regulamentação da lotação e da transferência dos servidores. O Sinsej apresentou uma proposta que cria critérios tanto para os pedidos quanto para as transferências “de ofício” – de forma a deixar transparente e objetiva essa relação.

Os sindicalistas e o prefeito discutiram a situação política e econômica durante o encontro. Foram abonados os dias de paralisação de 15 e 31 de março, datas em que os servidores aderiram à luta nacional contra as Reformas Trabalhista e Previdenciária. Nova audiência ocorre na próxima semana.

Texto: Felipe Silveira
Fotos: Kályta Morgana de Lima/Divulgação/Sinsej
Informações: Sinsej

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *