Moradores do Floresta lotam audiência sobre UBS

Moradores do bairro Floresta lotaram a audiência pública que discutiu a transformação da Policlínica do Floresta em Unidade Básica de Saúde (UBS). A reunião ocorreu na igreja São Francisco de Assis, na terça-feira (18), após pedido da comunidade para que a discussão fosse levada ao bairro. Representantes do Conselho de Saúde local e da Secretaria de Saúde também estiveram presentes.

De acordo com a Secretaria de Saúde, a mudança faz parte da política do Ministério da Saúde de implantação da Estratégia de Saúde da Família (ESF). A secretária Francieli Schultz afirmou que a implantação da ESF ampliará de 900 para 2.800 consultas por mês em virtude da contratação de servidores e aumento de carga horária do clínicos que atendem na Policlínica. Ela também afirmou que nenhum profissional especialista sairá do bairro, pois essa é um das preocupações dos moradores.

O vereador Rodrigo Fachini (PMDB) pediu esforços da secretaria de Saúde para que a implantação do ESF aconteça em outro espaço dentro do Floresta para que a Policlínica permaneça nos moldes atuais. O pedido de Fachini também foi sinalizado por representantes do conselho de saúde local e associações de moradores.

Schultz afirmou que a decisão do bairro será respeitada, mas precisa ser uma decisão “madura”. Segundo ela, se a manifestação da comunidade for negativa, a Estratégia de Saúde da Família será implantada em outra localidade de Joinville.

O presidente da Comissão de Saúde, Mauricio Peixer (PR), falou aos participantes que a pauta seguirá em debate na Câmara.

Texto: Felipe Silveira
Foto: Sabrina Seibel/CVJ
Informações: Câmara de Vereadores de Joinville

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *